quarta-feira, 16 de abril de 2008

Cid freta jato e leva sogra à Europa


O governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), fretou um vôo por R$388,5 mil para viagem à Europa em fevereiro, incluindo o carnaval. Levou a mulher, a sogra, dois secretários e suas mulheres. O governo diz que a viagem, paga com dinheiro público, era oficial.

A sogra do governador Cid Gomes (PSB) e as mulheres de dois secretários estavam entre os sete passageiros do vôo fretado por R$388,5 mil para uma viagem de dez dias à Europa, em fevereiro. A lista dos integrantes do vôo era mantida em sigilo e foi divulgada ontem, atendendo a requerimento do deputado estadual Heitor Férrer (PDT), que criticou o gasto com o frete e a carona às passageiras. Quando o requerimento foi aprovado, em fevereiro, Cid disse que não se submeteria à "demagogia barata" da oposição.

A viagem começou em 31 de janeiro e incluiu o carnaval. O grupo foi à Espanha, à Escócia, à Irlanda e à Alemanha. Além de Cid e da primeira-dama, Maria Célia, viajaram a sogra dele, Pauline Carol Moura, o secretário de Turismo, Bismark Maia, e a esposa, Gláucia Barbosa; e o secretário particular de Cid, Valdir Fernandes, que estava acompanhado da mulher, Samara Dias. O deputado diz que requisitará ressarcimento ao erário das pessoas que não integram o governo. O valor seria calculado dividindo-se o frete pelas três passageiras, ou seja: R$166,5 mil.

A viagem foi oficial. Segundo o líder do governo, deputado Nelson Martins (PT), Cid participou de uma feira de turismo em Madri e de dois seminários: um de fruticultura, na Alemanha, e um de energias alternativas, na Escócia. E teria mantido contatos com o Banco Mundial e outras instituições para atrair investimentos para o estado. Ele não vê problema na carona que Cid deu à sogra:

- Não teve custo extra. Ela pagou suas próprias despesas.

Segundo Martins, a opção pelo jato deu-se porque o vôo comercial não daria a Cid a agilidade para comparecer a todos os compromissos. O deputado disse que o jato pertence à empresa TAF, que venceu licitação através de pregão eletrônico para atender ao governo. As diárias e ajuda de custo pagas ao governador e aos dois secretários somaram R$13,8 mil. Os demais teriam pagado suas despesas. Cid embarcou sexta-feira passada para a Coréia em vôo de carreira.

Para a oposição, houve improbidade administrativa.

- A viagem na primeira classe em um vôo de carreira teria saído a US$5 mil dólares por pessoa, o que equivaleria a cerca de R$70 mil - disse Férrer.

Ele criticou a ausência de outros integrantes do governo, já era uma viagem para atrair investimento, como o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ivan Bezerra, e do presidente da Agência de Desenvolvimento Econômico, Antônio Bahlman.

1 Comentários:

  • quarta-feira, 16 abril, 2008
    Junior Disse:

    É, esse Cid Gomes tem o apoio do PT lá no Ceará. O líder do governo na Assembléa Legislativa é do PT.
    Espero que o PT e os apoiadores do Lula não passem a mão na cabeça dele depois dessa. Senão vai ficar feio.

    delete

Postar um comentário

 

Consciência Política Copyright © 2011 -- Template created by Consciência Política --