terça-feira, 29 de janeiro de 2008

Ceará gasta R$ 64 milhões com viaturas


Detentor de um dos piores IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) entre os estados brasileiros, o Ceará, do governador socialista Cid Gomes (PSB), pode se gabar de ter uma ilha de opulência em seu estado que está imune à crise financeira nacional. A prosperidade cearense está sediada na Secretaria de Segurança Pública do estado, tocada desde o início do atual governo pelo delegado aposentado da Polícia Federal, Roberto das Chagas Monteiro. O governo do Ceará não respondeu às solicitações deste jornal para maiores esclarecimentos.
No final de 2007, em novembro, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará adquiriu e começou a receber os primeiros lotes das 428 novas viaturas policiais que foram exibidas na propaganda com ostentação e estardalhaço pelo governo do estado. Os novos carros fazem parte de um programa de segurança pública batizado de "ronda do quarteirão", que está sendo implementado pelo governo do estado como promessa da campanha eleitoral de 2006, onde a segurança pública a violência no estado deram o tom dos debates políticos.
Os automóveis comprados para fazer patrulha policial rotineira nas ruas das cidades cearenses são da marca Toyota, modelo Hilux SW4, com todos os acessórios sonhados por um consumidor de gosto muito refinado. As caminhonetes vieram super-equipadas com direito a câmbio automático, rodas com aros de liga leve, bancos revestidos em couro, tração nas quatro rodas e ar-condicionado entre outros requintes dos modelos de carros classificados como tops de linha. Cada uma das caminhonetes custa no mercado revendedor perto de R$ 150 mil. O gasto total foi de R$ 64,2 milhões. Entre os chamados veículos utilitários esportivos disponíveis no mercado brasileiro, a Toyota Hilux SW4, importada da Argentina, é mais cara do que utilitários similares de fabricação nacional como, por exemplo, o modelo Blazer da Chevrolet que custa cerca de R$ 50 mil a menos a unidade. Há suspeitas da existência de direcionamento na escolha do tipo de automóvel que venceria.
De acordo com indicadores sociais no Ceará feitos nos últimos anos pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) e IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o estado tem 56% da população se equilibrando na frágil linha da pobreza (ganhos mensais de até R$ 154,00) e 30% do total da população - perto de 3 milhões de pessoas - sobrevivendo abaixo da linha da miséria, o que equivale a um ganho mensal inferior a R$ 80,00. Ainda segundo os levantamentos sócio-econômicos do IBGE e FGV ao longos dos últimos anos sobre as carências do estado, seria necessário um investimento imediato de R$ 63 milhões - R$ 1,2 milhões amenos que a frota de caminhonetes Hilux - para começar a reverter o quadro de miséria que perdura no estado e atinge perto de 4,5 milhões de cearenses.
Sem explicação
Desde a sexta-feira 25, a reportagem do Jornal do Brasil está solicitando à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará informações detalhadas da licitação para esclarecer os critérios da escolha do modelo. A reportagem também solicitou ao governo cearense cópia do edital da licitação onde saiu vencedora a Toyota. O coronel Brasil, da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, responsável pelo processo de compra das viaturas, ficou encarregado de retornar as ligações e responder o e-mail enviado pela reportagem, mas até o fechamento desta edição não devolveu as ligações e nem respondeu as indagações encaminhadas através de sua assessoria de imprensa.

1 Comentários:

  • quinta-feira, 21 fevereiro, 2008
    Renato Disse:

    è... Isso é Brasil e aquilo lá é Nordeste, terra dos CORONÉS...
    Precisa dizer mais alguma coisa?
    Esse pais precisava ser passado a limpo e ter todos os corrúpidos e maus gestores processados e trancafiados.
    Enquanto essa impunidade perdurar e o corporativismo dos que mal administram as verbas públicas for mais forte que a justiça, vamos ver descalabros desse nivel.

    delete

Postar um comentário

 

Consciência Política Copyright © 2011 -- Template created by Consciência Política --